Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




As discussões são todas sobre a mazela no joelho do precioso jogador, se o humorista é pateta, se a actriz de novela tem talento escondido. Nas redes sociais discutem-se assuntos embrulhados de efémero, vivem-se vidas de conforto e sabedoria, de correcção política, de excelentes sentimentos. Por vezes, os exaustos jornais saem da bolha e juntam-se às conversas intermináveis, ditando nas suas pomposas colunas sentenças definitivas sobre o que devem pensar as pessoas de bem. Tantos ardem como fogo-fátuo nos pedregosos terrenos da fama, enquanto outros se arrastam por dezenas de anos a debitarem as mesmas coisas, imunizados da crítica. Em histeria de narcisismo, o País é igual a uma gigantesca selfie de Marcelo. As elites sociais repetem pedaços de ideias mastigadas, recusando assuntos cansativos, que exijam mais do que alguns segundos de reflexão ou conhecimento. Somos o autêntico eixo do mundo. Os nossos bravos guerreiros lutam sozinhos num campeonato onde há uma bola só para eles. E encontramos portugueses por todo o lado, provincianos e generosos, os melhores a espalhar magia e a espantar todas as nações que nos invejam.

publicado às 18:54




Links

Locais Familiares

Alguns blogues anteriores

Boas Leituras