Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Um local gelado

por Luís Naves, em 26.12.14

Cientistas afirmam que metade das estrelas do universo foram expulsas de galáxias e andam à solta no espaço, formando um halo em torno destas ilhas de luz. As estrelas vagabundas foram vítimas de choques titânicos entre galáxias, empurradas para a noite por forças incompreensíveis, espalhadas como grãos de poeira na direcção do nada. Distâncias imensas e destinos incertos de mundos perdidos no vazio. A estrela mais próxima do Sol está tão longe que não passa de um minúsculo ponto de luz. Faz a cabeça andar à roda tentar imaginar a existência, neste universo, de sistemas solares, porventura com planetas e até talvez a precária vida, cuja estrela mais próxima estará a centenas de milhares de anos-luz e a galáxia mais próxima visível apenas num arco difuso, numa parte mínima do céu. Isso, sim, é estar dentro da noite. O universo é um local gelado e haverá milhões de planetas vogando sozinhos entre as estrelas. O destino, a grandeza humana, a ambição, o pequeno orgulho, como parecem tolos os nossos sonhos, perante esta escala desmedida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:10




Links

Locais Familiares

Alguns blogues anteriores

Boas Leituras