Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Surpresa no Reino Unido

por Luís Naves, em 08.05.15

A vitória dos conservadores ingleses parece demonstrar mais uma vez como o centro-esquerda europeu tem crescente dificuldade em apresentar alternativas que o eleitorado considere viáveis. David Cameron terá vencido estas eleições pela sua personalidade (Ed Milliband não foi convincente), por causa dos nacionalistas escoceses, mas sobretudo por causa da economia, pois o eleitorado britânico reconheceu que há crescimento e trabalho disponível, mas ainda insuficiente para justificar riscos nesta fase de recuperação frágil. Os efeitos da crise foram profundos e muitos britânicos não sentem ainda os benefícios da retoma, mas mudar de políticas continha uma incógnita difícil de aceitar, sobretudo após os grandes sacrifícios realizados. Enfim, os ingleses não se deixaram convencer pela retórica da desgraça e pelas promessas inconsistentes. Em Portugal, onde tudo parece empatado (como parecia em Inglaterra), a discussão eleitoral dos próximos meses será provavelmente semelhante, centrada na economia e num dilema igual ao britânico: vale a pena arriscar a mudança ou é preferível manter um rumo que parece resultar?

publicado às 19:54




Links

Locais Familiares

Alguns blogues anteriores

Boas Leituras