Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Stoner

por Luís Naves, em 04.01.15

Dizem que foi salvo do anonimato por um autêntico milagre, mas quantos grandes livros naufragaram no mar do esquecimento? Certamente uma multidão, nunca saberemos. Este romance andava perdido, mas salvou-se da morte. O náufrago a que me refiro, Stoner, de John Williams, conta a história de um professor de literatura aparentemente banal. A certo ponto, uma das personagens, o seu grande amor, faz esta observação: “Desejo e saber, no fundo é só isso que importa na vida”. É uma das frases mais certeiras que tenho lido. Procuramos a felicidade, mas neste caso a personagem (algo trágica) não o pode dizer, pois isso pressupõe a ideia de final feliz, não passando de um artifício de figuras inventadas. Porventura, a felicidade não existe, apenas a sua aproximação, que é o desejo. A outra parte da equação, o saber, é plenamente conseguido, embora apenas os dois amantes tenham consciência disso. A vida consumada, a plenitude, será o seu segredo guardado até à morte. O livro de Williams tem uma perfeição enigmática e foi ignorado por 40 anos pelo facto de não possuir a vertente experimental que na época da sua publicação (anos 60) estava na moda. A vida de Stoner, que dá título ao livro, decorre com a naturalidade de um rio, por vezes suave, por vezes de forma turbulenta, numa sucessão de derrotas que nunca o desviam do essencial: a perplexidade com a parte maravilhosa da literatura, descoberta quase por acidente. Os conflitos, a loucura, a guerra, a inveja, tudo isso são os pequenos episódios que preenchem o tempo e afastam Stoner daquilo que verdadeiramente importa, o desejo e o saber. O livro, publicado pela D. Quixote, é sem dúvida belíssimo. Fico grato ao João Villalobos por me ter alertado para a sua existência e também fico grato à tradutora, Tânia Ganho, que conseguiu uma linguagem transparente e simples.

publicado às 17:45


1 comentário

Imagem de perfil

De João Villalobos a 06.01.2015 às 22:57

Eu sabia que ias gostar :) Abraço

Comentar post




Links

Locais Familiares

Alguns blogues anteriores

Boas Leituras