Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Purgatório

por Luís Naves, em 14.07.15

Alexis Tsipras parece ter convencido os parceiros europeus de que será capaz de fazer uma transformação revolucionária na Grécia, acabando com o Estado clientelar, a corrupção e a evasão fiscal. O Conselho Europeu evitou o Grexit, após uma maratona de negociações que dividiu a zona euro em dois blocos: o vencedor, liderado pela França; e o derrotado, chefiado pela Alemanha. Apesar disso, a narrativa dominante é de que a Alemanha está a destruir a Europa, que o acordo só prolonga a agonia da Grécia e que o projecto da moeda única está mais do que condenado. No fundo, ninguém acredita em Tsipras, que dependerá do apoio da oposição para fazer as reformas exigidas. A Grécia será submetida a um programa de austeridade preparado pelos franceses e de concretização aparentemente impossível, haverá quase de certeza resistência à mudança e talvez violência, mas os comentadores que sublinham estas possibilidades e criticam duramente a Alemanha estão na realidade a apoiar os argumentos do ministro das finanças alemão, Wolfgang Schauble, que no Conselho Europeu defendeu o Grexit, considerando que este é inevitável (e se não se pode evitar algo, então para que serve tentar o adiamento?)

A zona euro não tem cláusula de saída e pela primeira vez nas discussões surgiu um mecanismo hipotético para acomodar situações de bancarrota iminente: chama-se time out e coloca os países numa espécie de purgatório onde são equiparados aos Estados com moeda própria ligada ao euro e que ainda não fazem parte da moeda única, embora por Tratado tenham obrigação de aderir um dia. Para os comentadores, a hipótese de saída temporária é igual ao fim do mundo, mas o purgatório parece ser um mecanismo capaz de resolver a rigidez da moeda única, forçando os países ao rigor orçamental e permitindo ajustamento mais rápido por desvalorização cambial. É no fundo um sair sem sair e, caso não seja possível estabilizar um novo governo em Atenas, o assunto voltará dentro de semanas ou meses.

publicado às 12:28




Links

Locais Familiares

Alguns blogues anteriores

Boas Leituras