Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Populismo de direita

por Luís Naves, em 07.08.15

Em certos aspectos, a política americana é a imagem ao espelho da europeia, com semelhanças e imagens exactamente invertidas. De súbito, na corrida à nomeação nas primárias republicanas surge um candidato improvável, Donald Trump, que num partido europeu teria hipóteses nulas de concorrer a cargos públicos. O homem tem dinheiro e, caso seja rejeitado pelo partido, promete candidatar-se como independente, o que costuma ser uma péssima notícia para quem assim se divide.

O programa de Trump consiste numa mistura de populismo, alucinação e espectáculo que parece estar a entrar bem em certo eleitorado americano, descontente com não-se-sabe-bem-o-quê e capaz de concordar com um capitalista milionário que critica o mercado livre. O aparecimento desta figura é suficiente para alterar o que dizem os outros candidatos, para marcar agendas políticas inoportunas, para picar os instalados e apimentar os debates na televisão. No dia da votação, facilitará o triunfo do adversário democrata, provavelmente Hillary Clinton, mas causando profundos estragos à direita americana. É curioso verificar como nos EUA a insurreição do descontentamento alimenta o populismo de direita, ao contrário do que sucede na Europa, onde a insatisfação com a política se manifesta em votos à esquerda. Trump representa um fenómeno curioso de devaneio, mas é também um namoro com o declínio, pois um dia a América vai mesmo eleger para a Casa Branca algum imenso ego sem uma única ideia no penteado.

publicado às 12:53


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Comentador a 08.08.2015 às 20:52

Claro que o seu artigo apenas espelha a sua opiniao, que vale o que vale (pouco!). Mas quando se traz a opiniao a publico, normalmente considera-se que se tem algo importante e novo a acrescentar. Reflexo disso é considerar que milhoes de Americanos, todos eles com certeza menos inteligente que o senhor, nao sabem com o que estao descontentes. Eles, que sao Americanos, estao desorientados e o senhor, que é Portugues, orientado esta. Mas olhe, eu acho que eles sabem. Estao descontentes com o "politicamente correcto" podre que ja ninguem suporta, estao descontentes com politicos que dizem uma coisa e pensam outra, estao descontentes com candidatos subservientes a partidos, etc. Trump representa uma rotura com tudo isso. Alem disso foi um brilhante aluno e um genial homem de negocios. E portanto muito longe do "devaneio" que a sua analise psicolgica amadora retrata.
Sabe que mais, tomara eu que houvesse mais um por ca...
Sem imagem de perfil

De jorge a 08.08.2015 às 23:01

Mas que é o senhor para afirmar que se trata de populismo de direita?. Onde foi buscar essa ideia senão que é uma frase batida de esquerda, e que é tão populista como a direita. O porquê de classificar negativamente uma candidatura que é tão legítima como outra qualquer. Todas as candidaturas serão então populistas porque se baseiam na ideia de criar no povo uma imagem de um ideal, que muito raras vezes é cumprido. O que tem de errado este senhor que a senhora Clinton tenha de mais correto. Vimos o legado do marido dela que até teve a ousadia de fazer sexo na casa branca com uma mulher vulgar e nada lhe aconteceu na realidade. Se isto é uma coisa admirável vou ali e já venho. Depois existe um aspeto que tenho vindo a notar nas pessoas que pensam como você, que é o de querem condicionar o voto dos americanos. É aborrecido mas eles não ligam nenhuma a estes portugas armados em profetas da sabedoria, e ainda bem. Já agora meta os seu ideais na sanita e depois de puxar o autoclismo vá com eles para a para a próxima etar. E já agora boa viagem
Sem imagem de perfil

De Manuela Grilo a 09.08.2015 às 07:46

Na minha opinião este Trump , é outro Tiririca lá das Américas. Mas tal como aqui na Europa, como pertence ao norte, é o palhaço rico.

Comentar post




Links

Locais Familiares

Alguns blogues anteriores

Boas Leituras