Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Os museus do futuro

por Luís Naves, em 12.10.18

Não existe notoriedade artística sem o cumprimento de certas regras de sobriedade política, toda a gente percebe isso, mas há certa tristeza inútil no exercício: ao longo das respectivas vidas profissionais, 200 artistas produzem qualquer coisa como 100 mil objectos. Quantos destes objectos contemporâneos vão caber nos museus do futuro? Uma centena? Se for calculada uma média de 40 anos de actividade para cada um destes artistas, teremos 2500 obras de arte produzidas anualmente, sendo que destas, talvez dez consigam quebrar a barreira do tempo. De cada época, na geração seguinte, sobrevive menos de um por cento da arte nacional produzida. Na geração posterior à seguinte, um décimo disso, e por aí fora, até à depuração secular, onde restam cinco ou seis livros e uma dúzia de pinturas por cada século, fora o que possa ser considerado antiguidade ou velharia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:25




Links

Locais Familiares

Alguns blogues anteriores

Boas Leituras