Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O poeta morto pelos seus maus versos

por Luís Naves, em 11.02.15

O único poeta que consta ter morrido por razões de qualidade foi um tal Helvius Cinna, um romano do período final da república, assassinado em 44 a. C. Este episódio é contado por fontes históricas, dando o poeta como vítima da ira popular durante o funeral de Júlio César. Confundido com outro Cinna, esse sim conspirador, o pobre foi degolado e a sua cabeça passeou por toda a cidade, espetada no alto de uma lança. Na peça de Shakespeare, quando Helvius Cinna tenta dizer à multidão que não matou César, pois não é mais do que um inofensivo poeta, alguém sugere cinicamente que seja mesmo assim morto, mas pelos seus maus versos.

 

Excerto de um post antigo

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:19




Links

Locais Familiares

Alguns blogues anteriores

Boas Leituras