Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Lágrimas de crocodilo

por Luís Naves, em 17.04.15

Há vários mitos sobre a crise social e o mais horrível deles é o estigma do descontrolo emocional lançado sobre os desempregados, que são sempre apresentados como coitadinhos, mas distantes da realidade de quem se pronuncia sobre eles. Reparem que as notícias de crime colocam sempre em título que quem matou estava desempregado, se isso for um facto. No entanto, nunca irá para título que a vítima estava desempregada ou que o assassino tinha emprego. É considerado desnecessário fazer essas referências factuais. Se existe violência doméstica ou violência sobre as crianças, a causa subtilmente insinuada é logo identificada com o desemprego de quem exerce essa violência (mesmo que seja um caso prolongado no tempo). Nestas visões, não existe pobreza nem maldade, não há pessoas naturalmente violentas, o desempregado é um fantoche de forças sociais que o transcendem, perdeu a vontade própria e a dignidade. Assim funciona a nossa sociedade mediática, sempre pronta a derramar lágrimas de crocodilo.

publicado às 11:55




Links

Locais Familiares

Alguns blogues anteriores

Boas Leituras