Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Doce ilusão

por Luís Naves, em 18.05.18


A sociedade portuguesa anda muito doente e a melhor analogia que me ocorre é a da diabetes. Uma sociedade diabética, lentamente envenenada pela doce ilusão de um bem-estar que se acumula em todos os tecidos e sistemas, destruindo os órgãos, a visão, a própria inteligência. A nossa realidade é a de velhos obesos, sem futuro e com memória imprecisa, que morrem devagar sob o efeito tóxico de um mal subtil, que lhes invade e contamina as células, sugando a vontade de viver, adormecendo a razão, comprometendo a fertilidade. O narcótico que separa as classes, o sonho do consumo infinito, ainda degrada a natureza e destrói o clima. Este corpo envelhecido, inseguro, pressente e teme o declínio, embora esteja viciado no conforto do prazer efémero e no suave embalo de um tédio sem desígnio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 19:30




Links

Locais Familiares

Alguns blogues anteriores

Boas Leituras