Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Comunicação contemporânea

por Luís Naves, em 10.08.15

Muito interessante e divertido o vídeo sobre ‘predomínio da superficialidade na comunicação pós-moderna’, de uma equipa espanhola liderada pelo professor Garcia-Lavernia, e que este artigo procura explicar. Segundo afirmam os autores, vivemos imersos na chamada cultura light, expostos através dos meios de comunicação a numerosos assuntos de actualidade sobre os quais individualmente sabemos pouco, sobretudo com noções imprecisas e preconceitos à mistura. Quem ande pelas redes sociais encontra comentários que não resistem a réplicas, tantas vezes opiniões mal informadas que reagem a textos lidos de forma demasiado apressada. Também não me surpreende ver em meios tradicionais muita informação imprecisa ou contaminada por ideias feitas. O estudo citado pelo El Pais explica que na comunicação contemporânea triunfam três pilares: o espectáculo, a moda e a superficialidade. Se não se compreende em meia dúzia de palavras, então não interessa; o conteúdo deve ser vistoso, procurando-se sempre a aparência do novo, que é em si uma qualidade considerada suficiente. Novo, leve e giro é bom; difícil, ambíguo e velho é mau. Os autores do estudo sugerem finalmente que a comunicação pós-moderna está a levar à infantilização da sociedade. Durante a leitura, dei por mim a pensar que toda a minha vida lutei contra isto. E perdi sempre.

publicado às 10:06


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Luiz Santos-Roza a 07.09.2015 às 19:56

Obrigdo por me dirigir para o artigo. Ele faz-me pensar no tema de um livro de que estou à espera, 'The Anti-Intellecual Presidency', que estuda como os discursos presidenciais norte-americanos têm vindo a ficar cada vez mais simplistas e superficiais.

Comentar post




Links

Locais Familiares

Alguns blogues anteriores

Boas Leituras