Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Amabilidade

por Luís Naves, em 25.12.14

O que mais aprecio no Natal não é a entrega dos presentes nem a alegria frenética do consumo, mas o retorno da amabilidade. Na época de Natal, as pessoas estão mais dispostas a um sorriso fraterno, ao sincero desejo de boas festas, à simples saudação, ao aceno, ao abraço, a uma simpatia. Não acaba a maldade nem deixam de existir corações pesados, não desaparecem por milagre a hipocrisia ou o cinismo, simplesmente surgem momentos a favor de desconhecidos. No Natal, regressa a abertura à tolerância, reforça-se o sentimento de partilha. Pena que esta disposição dure tão pouco, que seja confundida com a corrida às compras e também é pena que as famílias sejam cada vez menores e haja maior número de solitários, mas por estes dias surgem sorrisos gordos e as pessoas estão sensíveis à cortesia, querem o melhor para os outros, e por um pequeno período vemos menos crispação nas caras e até um pedacinho de jovialidade, por minúsculo que seja.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:05




Links

Locais Familiares

Alguns blogues anteriores

Boas Leituras