Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A lenda dominante

por Luís Naves, em 05.02.16

Segundo a lenda dominante, os europeus são perigosos nacionalistas agarrados aos fantasmas de impérios perdidos, recusam-se a assumir as culpas evidentes do homem branco e sobretudo votam mal, votam estupidamente, abandonam os partidos tradicionais e cedem ao canto da sereia do simplismo político. Claro que nos bairros ricos das cidades do poder não há imigrantes e que as elites nunca perdem os seus empregos nas burocracias do topo. Os partidos tradicionais sempre foram uma forma conveniente de subir na vida e esse sistema funcionou muito bem todos estes anos, em que as sociedades se tornaram mais cultas, livres e prósperas. Mas o sistema parece ter entrado numa crise que não é exactamente uma ameaça à democracia, essa crise só existe por vivermos em democracia. A melhor forma de eliminar a rebelião populista é retirar o direito de voto aos eleitorados. A outra, mais difícil, é eliminar a raiz do descontentamento.

publicado às 12:29


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.




Links

Locais Familiares

Alguns blogues anteriores

Boas Leituras