Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Balanço

por Luís Naves, em 17.11.13

Comecei na blogosfera há oito anos, com um blogue chamado Prazeres Minúsculos, onde aprendi a escrever contos e onde publiquei o primeiro esboço do meu melhor romance, Territórios de Caça, então com forma de novela.
Fui fundador de um blogue colectivo, Corta-Fitas, com o Pedro Correia, o Francisco Almeida Leite e o Duarte Calvão, três grandes amigos. Tive birras, irritações, mas foi no Corta-Fitas que aprendi a controlar este meu temperamento, que um saudoso director de jornal um dia classificou de mau-feitio, mas com um sorriso que fez rir toda a gente. Depois, andei pelo Albergue Espanhol, o Forte Apache, escrevi alguma literatura numa modesta casa, as Emoções Básicas, contos curtos, algumas crónicas.
Cheguei aqui pelo meu pé e comigo veio o João Villalobos, camarada que esteve em todos estes projectos. Era feliz com a pequena dimensão do blogue e a busca de um carácter próprio, que viria com o tempo, mas há momentos em que uma pessoa tem de fazer balanços: o que consegui na blogosfera, até agora, foi abaixo de zero.
Os leitores não entendem as minhas incursões literárias e preferem polémicas sangrentas. Oito anos e mil posts mais tarde, o meu percurso é resumido a coisas que não fiz e que nunca escrevi. Fui transformado num manipulador sem escrúpulos e num indivíduo de baixa extracção, aquilo que sempre execrei, uma espécie de Palma Cavalão que, escondido atrás do anonimato, lança lama sobre pessoas decentes.
Como escrevi atrás, é inútil protestar a minha inocência. Nos últimos dias, senti-me um dissidente.
Aos que acharem que isto é cobardia, peço desculpa antecipada. Aos leitores que me seguiam, peço também desculpa.
Talvez o silêncio me ilumine. Não me apetece continuar. Sem alegria, isto não faz qualquer sentido.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:21


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Paulo Gorjão a 17.11.2013 às 13:49

Faz mal em desistir, ainda que perceba o seu desânimo. Espero muito sinceramente que reconsidere.
Imagem de perfil

De Luís Naves a 17.11.2013 às 13:59

Muito simpático, este comentário, mas a blogosfera ainda so me prejudicou. No dn, garantiu a prateleira. agora, as chances de encontrar emprego na minha profissao nao sao baixas, sao nulas.
Sem imagem de perfil

De AEfetivamente a 24.11.2013 às 10:35

Sem alegria, não faz sentido. Grande verdade... Esperemos que ela ressurja...

Comentar post




Links

Locais Familiares

Alguns blogues anteriores

Boas Leituras