Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O fim do bipartidarismo em Espanha

por Luís Naves, em 12.04.15

Há quatro partidos bem colocados para vencer as eleições autonómicas e legislativas em Espanha. O bipartidarismo está condenado e os cenários de governo estável parecem complicados, o que levará a coligações. Um partido centrista, Cidadãos, irrompe na política espanhola de maneira espectacular e, em apenas dois meses, passou de menos de 13% das intenções de voto para mais de 19%. Este partido está a absorver uma formação centrista que nunca se afirmou. Entretanto, o Podemos entrou em queda acentuada, talvez vítima do seu apoio demasiado efusivo ao novo governo grego. Entre nós, há escassas hipóteses de ser referido um aspecto importante: o centro-direita recuperou 5 pontos percentuais em apenas dois meses e a esquerda tem caído de forma regular, apesar da subida do PSOE. A economia espanhola está a dar a volta, com perspectivas de crescimento de 3% em 2015, e essa é a grande mudança. Portugal parece ter um comportamento pré-eleitoral muito diferente do espanhol, porventura mais parecido com o britânico.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:21



Mais sobre mim



Links

Alguns blogues anteriores

Locais Familiares

Boas Leituras