Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Encontrado num baú e retirado do contexto

por Luís Naves, em 09.05.17

Entre os meus trinta anos e os meus quarenta, parece-me agora, o tempo fluiu com monotonia e numa espécie de preguiça menos memorável do que outras fases da minha vida. Devia ter sido o apogeu dos meus dias, mas foi simplesmente uma época difusa. O país mudara muito e as pessoas muito pouco. A esta distância é fácil perceber o que fizemos mal, mas talvez seja injusto culpar a política ou a indolência pelo adormecimento temporário da nação e das pessoas. Aquela época foi apenas assim, a ponte para um mundo novo, a transição que tínhamos de atravessar, só não sabíamos que sob os nossos pés se estendia um abismo assim tão vazio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:23



Mais sobre mim


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Links

Alguns blogues anteriores

Locais Familiares

Boas Leituras