Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Navegações

por Luís Naves, em 16.10.13

No complexo teatro que se adivinha para este orçamento, vemos como o extremar da retórica dos actores torna difícil construir uma noção clara da realidade. No oceano de repetições e de ideias fracas em que por vezes mergulha a blogosfera, destaque para dois excelentes textos que permitem olhar para a luta política de maneira um pouco mais lúcida.
Em Blasfémias, João Caetano Dias analisa as consequências de eventuais obstáculos no Tribunal Constitucional às medidas orçamentais e antecipa o ruído mediático e o tumulto no País. É um artigo notável e duro. Só espero que o autor esteja a ser demasiado pessimista, embora concorde com ele quando se refere a um cenário de eleições antecipadas.
Tavares Moreira, em Quarta República, tem uma análise mais serena e porventura mais profunda. Movem-se os interesses, tão simples como isto. Só acrescentaria que a comunicação social parece uma barata tonta, em busca do último escândalo e da mais recente declaração balofa, perdendo-se com facilidade no nevoeiro artificial (veja-se a recente histeria e os assomos patrióticos em torno de Angola).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:47



Mais sobre mim


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Links

Alguns blogues anteriores

Locais Familiares

Boas Leituras